top of page
  • Foto do escritorVet + Vida Clínica Veterinária

Outubro Rosa: mês de combate ao câncer de mama em cães e gatos!

Atualizado: 25 de out. de 2022

Com a chegada do mês de outubro, chega também o Outubro Rosa, que assim como para os humanos, é uma campanha de conscientização com o objetivo de alertar as pessoas a respeito do câncer de mama que atinge cães e gatas fêmeas.


O que você vai encontrar nesse post: O que é câncer de mama



O que é câncer de mama?


O câncer de mama, também denominada neoplasia, é uma doença que acomete cães e felinos, sendo muito comum em fêmeas e rara em pets machos. O câncer ocorre quando as células de algum órgão ou tecido do corpo começam a crescer descontroladamente e, ao invés de morrer como as outras células, elas continuam crescendo e formando novas células anômalas. Essas células cancerosas podem invadir outros tecidos, algo que as células normais não fazem. Os tumores malignos (ou cancerígenos) podem ter diferentes tamanhos e serem firmes ou duros. No caso do câncer de mama, é encontrado apenas um nódulo, já em outros, eles podem ser múltiplos.


Causas do câncer de mama


As duas principais causas do câncer de mama são:


O uso de anticoncepcionais: usados para reduzir incômodos como os sangramentos no período de cio ou até mesmo quando as fêmeas já estão grávidas, o uso dos anticoncepcionais podem gerar uma infecção grave, doenças endócrinas ou até mesmo um câncer;


Predisposição genética: probabilidade aumentada de se desenvolver uma determinada doença de acordo com questões genéticas.



Sintomas do câncer de mama em pets


Os sintomas gerais de câncer de mama câncer de mama apresentam-se como:

  • Nódulos;

  • Edemas;

  • Aumento de volume das mamas;

  • Secreções (em alguns casos).

Diagnóstico


Um procedimento comum para diagnosticar o tumor maligno (canceroso) é uma aspiração por agulha fina utilizando uma seringa, assim aspirando uma amostra de células do tumor e analisando-as em uma lâmina de microscópio. Outro procedimento é analisar um pedaço do tumor depois que retirado do corpo do pet.


Prevenção e tratamentos


A prevenção é feita através da castração, que tem um papel fundamental no combate ao câncer de mama pois além de reduzir as chances de pets fêmeas desenvolverem tumores mamários, também evita o desenvolvimento de outros riscos como a infecção uterina, câncer de ovário e câncer de útero. O procedimento de castração pode ser feito a partir dos quatro meses de idade do pet e quanto mais precoce realizado, menores serão as chances da formar-se um tumor mamário.


O tratamento para o câncer de mama é a quimioterapia, que se apresenta como uma alternativa eficaz para tratar a enfermidade com efeitos colaterais menores comparado a quimioterapia humana. Outra alternativa de tratamento é a cirurgia realizada por um médico veterinário que irá fazer a mastectomia, que é a retirada total ou parcial da cadeia mamária. A retirada da cadeia mamária é essencial para que não se desenvolvam novos tumores nas demais mamas. Além disso, a cirurgia pode contar também com o a retirada dos linfonodos, de acordo com a avaliação do cirurgião veterinário.


 

Endereço: Avenida Dezesseis de Agosto, Nº 16, São Roque - SP Horário de funcionamento: Segunda à sexta das 08h às 20h | Aos sábados das 08h às 13h Telefone: (11) 4784-3641 | (11) 97205-9451 | (11) 96862-8725

39 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page