top of page
  • Foto do escritorVet + Vida Clínica Veterinária

Setembro Vermelho: mês de conscientização para problemas cardíacos em pets!

Atualizado: 17 de nov. de 2022

O mês de setembro é o mês internacional do coração e, com a chegada dele, temos a campanha de conscientização "Setembro Vermelho" que é dedicada a prevenção de doenças cardíacas, não apenas em humanos mas também em pets.


O que você vai encontrar neste post:




Quem é mais propenso a sofrer de doenças cardíacas?


É comum que os casos de doenças cardíacas em pets filhotes envolvam problemas congênitos mas, assim como nos humanos, o risco de doenças cardíacas em pets aumentam de acordo com o avanço da idade, pois a força do músculo cardíaco diminui e a resistência nos vasos sanguíneos aumentam. Dessa forma, cães idosos correm mais risco de desenvolver doenças cardiovasculares.


Quais são as doenças cardíacas mais comuns?


Doença Valvar Degenerativa: afeta cães de pequeno porte e geralmente é provocada pela deterioração do tecido conjuntivo, assim prejudicando as valvas do coração, principalmente as valvas atrioventriculares;


Cardiomiopatia Hipertrófica: atinge o músculo cardíaco e pode ser caracterizada pela hipertrofia do ventrículo esquerdo, a doença é diagnosticada especialmente em felinos e raramente em cães;


Dirofilariose: mais conhecida como verme do coração, a dirofilariose é uma zoonose que pode ser adquirida a partir de mosquitos vetores, que transmitem o parasita para o pet e ele, por sua vez, causa a obstrução dos vasos circulatórios;


Cardiomiopatia Dilatada: ocorre geralmente em cães de grande porte e pode ser identificada por atingir o músculo do coração, podendo resultar em arritmia e morte súbita.



Quais são os sintomas das doenças cardíacas?


Os sintomas podem variar de acordo com a enfermidade, mas é comum que os pacientes tenham sinais de:

  • Cianose (como a língua roxa, por exemplo);

  • Dificuldade em respirar;

  • Perda de peso repentina;

  • Indisposição.


Como é realizado o diagnostico e a prevenção?


A doença cardíaca pode ser identificada por um médico veterinário a partir de exames como o eletrocardiograma e também o ecocardiograma. As consultas de rotina são essenciais para a prevenção e para iniciar um tratamento precoce caso seja comprovado a presença de alguma anormalidade.


Como é feito o tratamento?


Como as doenças são distintas umas das outras, é necessário diferentes formas de tratamentos que, assim como o diagnóstico, será feito por um médico veterinário.

É comum tratar as enfermidades com medicamentos específicos e realizando cirurgias, especialmente em pacientes com doenças crônicas, para diminuir o impacto da doença na saúde do paciente no decorrer do tempo.


 

Endereço: Avenida Dezesseis de Agosto, Nº 16, São Roque - SP

Horário de funcionamento: Segunda à sexta das 08h às 20h | Aos sábados das 08h às 13h Telefone: (11) 4784-3641 | (11) 97205-9451 | (11) 96862-8725

71 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page